O local teria sido usado pelo grupo para planejar o crime.

A polícia suspeita que uma casa encontrada a 234 km de Teresina, na zona Rural de Lagoa do Sítio, na região de Valença, possa ter sido usada como esconderijo pela quadrilha que assaltou as duas agências bancárias na cidade Campo Maior.

Segundo o comandante de Policiamento do Semiárido, coronel Antonio Soares, o casa foi encontrada por policiais da Força Tática de Valença e tudo indica que o planejamento do assalto foi realizado no local. “Após investigações, os policiais da Força Tática de Valença chegaram nessa residência, que na verdade, é um sítio. A suspeita é de que eles tenham planejando toda a ação nesse lugar. Lá foram encontrados um carro roubado, com placa de Teresina, vários objetos, além de mercadorias com selos de supermercado de Uberlândia, Minas Gerais”, informou.

Ainda de acordo com comandante, a residência foi encontrada fechada e com vários rastros de veículos. A polícia agora investiga quem é o proprietário do local e se o imóvel foi cedido ou alugado.

Informações preliminares dão conta de que a quadrilha pretendia realizar o assalto em Valença-PI, no entanto, por um motivo ainda desconhecido, mudaram de plano e se dirigiram para a cidade de Campo Maior, de onde levaram a quantia de R$ 229 mil.

Veja as Fotos do Local:

Fonte: Encarando