Sete pessoas foram presas pela Polícia Federal na agência da Caixa Econômica, da rua Areolino de Abreu, no Centro de Teresina, nesta quinta-feira (13), suspeitas de sacar benefícios previdenciários. Elas estavam com documentos falsos e já teriam sacado cerca de R$ 6 mil quando a polícia chegou.

A gerência da agência fez a denúncia, após constatar que os sacadores não eram os verdadeiros beneficiários e que estavam utilizando identidades falsificadas. As pessoas foram presas em flagrante e conduzidas até a superintendência da Polícia Federal.

Além do dinheiro, a PF também apreendeu diversos documentos falsos. Entre os presos quatro mulheres e três homens, que não tiveram a identidade revelada.

De acordo com a polícia, os presos foram indiciados pelos crimes do art. 171 (parágrafo 3º), art. 288 e art. 304 do Código Penal Brasileiro. As penas podem chegar a mais de 10 anos de prisão.

Divulgação Polícia Federal

Os presos já foram encaminhados para o sistema penitenciário.

“Com as informações do Cidade Verde