Deputada Joice Hasselmann questionou autonomia da PF Foto: Agência Estadão/Wallace Martins

Integrantes da Polícia Federal estão revoltados com as suspeitas levantadas pela deputada federal Joice Hasselmann sobre a corporação. Em uma entrevista no último domingo (25), a parlamentar afirmou que não procurou a PF após ser agredida porque não confiava na investigação.

Na ocasião da entrevista, Joice afirmou que, apesar de confiar na atuação da PF, temia uma possível interferência do governo.

– Eu confio na instituição PF. Eu não confio é em algumas pessoas específicas e na possível interferência do governo na PF. Eu tenho receio de que o Planalto faça uma interferência. O GSI já está envolvido em uma tramoia – acusou Joice.

Joice Hasselmann disse ainda que defende a autonomia total da corporação.

– O pedido de impeachment que eu apresentei contra o presidente Jair Bolsonaro é justamente por interferência na PF. Todos sabem que ele interferiu – argumentou.

Ainda assim, a PF parece não ter recebido a declaração da deputada. Em nota, o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Luís Antônio Boudens, repudiou a fala da deputada.

– É lamentável e incompreensível a fala da deputada Joice Hasselmann sobre a Polícia Federal, entidade respeitada pela sociedade brasileira e que trabalha todos os dias pela Segurança Pública – destacou.

“Com as informações do Pleno News