Cristiano Lima de Oliveira, conhecido como Jiraya, foi preso em uma casa em Paciência, na Zona Oeste, na manhã deste domingo - Reprodução / TV Globo

A Polícia Civil prendeu, na manhã deste domingo, Cristiano Lima de Oliveira, conhecido como Jiraya, em uma casa em Paciência, na Zona Oeste do Rio.

A vitamina C é recomendada para aumentar a imunidade – Pixabay
Jiraya é braço direito de Wellington da Silva Braga, o Ecko, chefe da maior milícia da cidade. Jiraya não resistiu à prisão. Com ele, a polícia apreendeu uma pistola Glock.
Jiraya é investigado pelo homicídio de um morador de Paciência.
O homem teria sido morto após ter pisado, sem querer, no pé do miliciano durante uma festa de rua, em 2017. Como tem posição de comando na quadrilha, Jiraya também é investigado pela morte do policial Rodrigo Gaudagno dos Santos, em abril deste ano.
Atualmente, Jiraya seria responsável pela favela de Antares, em Santa Cruz. Ele foi encaminhado para a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco). Além de agentes da Draco, também participaram da ação policiais da Subsecretaria de Inteligência, da 59ªDP (Caxias) e da 64ª DP (Vilar dos Teles).
Fonte:O Dia IG