Treinador deixa o Leão após conquista de três títulos e não comandará o time diante do CSA


Rogério Ceni deixou o comando do Fortaleza. O treinador aceitou a proposta do Cruzeiro e deve ser anunciado pelo time mineiro nas próximas horas.

Nas redes sociais, o Tricolor agradeceu a passagem do ex-goleiro pelo comando técnico e informou que ele não viaja para Maceió com a delegação. O clube será ressarcido pela quebra de contrato.

Minutos antes, o Esportes O POVO já havia informado que Ceni havia se despedido do elenco e comunicado a decisão para a direção tricolor. O técnico do Sub-20, Marconne Montenegro, será o responsável por comandar o Fortaleza na partida contra o CSA, nesta segunda-feira, 12.

Ceni estava no Fortaleza há quase dois anos e sob o comando dele o Leão conquistou um Campeonato Cearense e os títulos inéditos da Copa do Nordeste e Série B do Campeonato Brasileiro. Em números gerais, ele dirigiu o clube por 94 jogos (até este domingo), ganhou 51, empatou 18 e perdeu 25. Um aproveitamento de 60,63%. Foi o quinto treinador que mais comandou o Tricolor em jogos oficiais, segundo levantamento do setorista Miguel Júnior, da rádio O POVO/CBN.

Somente em 2019 foram 38 jogos, 18 vitórias, 9 empates e 11 derrotas, um aproveitamento de 55,25%. Rogério Ceni sai deixando o Fortaleza fora da zona de rebaixamento da Série A do Brasileiro – independente do jogo contra o CSA -, que é o objetivo do time na competição.

Segundo informações do jornalista Jorge Nicola, da ESPN e portal Yahoo, ele vai receber o dobro de salário na Toca da Raposa e ainda terá contrato até dezembro de 2020. O Fortaleza ainda não se manifestou sobre o assunto. Com as informações do Opovo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui