Ronaldo Fenômeno deixou de vez a sua posição de comentarista na Globo. Desde 2013 ao lado de nomes como Galvão Bueno e Walter Casagrande Jr, o ex-atacante desistiu do emprego por um motivo maior e distante do Brasil.

O motivo da saída tem nome: o Real Valladolid, clube espanhol comprado pelo famoso no meio do ano passado. O último evento em que Ronaldo esteve contratado da emissora foi durante a Copa 2018, na Rússia. Dois meses mais tarde, Fenômeno foi anunciado como o novo dono do clube europeu.

Em maio de 2019, a direção da Globo sentou com o ex-jogador para dar início às negociações para a Copa América, mas a estrela do futebol avisou que não tinha como conciliar as agendas de comentarista com as de um dono de um time. A partir da decisão, a Globo resolveu pela equipe tradicional nas transmissões. As informações são do site Máquina do Esporte.

Desde o anúncio do Real Valladolid, a dedicação do ex-atleta se resumiu ao clube. Desde o início do período de férias e agora com a Copa América, Ronaldo esteve em busca de jogadores para a “sua” seleção.
Em entrevista ao canal da Máquina do Esporte no YouTube, o famoso afirmou que os preços dos jogadores no Brasil estão absurdos. “Nenhuma sondagem custa menos de R$ 40 milhões”, revelou. “Outro dia, fizemos o cálculo. Eu fiz mais de 100 mil quilômetros desde que anunciamos a compra do clube, mas estou contente, feliz, trabalhando muito e levando o nome do Valladolid para todos os cantos do mundo”, afirmou.


Redação Manchete Net/com informações /RD1