SDU Sudeste reúne horticultores para tratar das obras de urbanização da Avenida Noé Mendes

As obras devem começar no mês de março e, segundo o superintendente executivo da SDU Sudeste, Isaac Meneses, a primeira etapa já está em execução.

Representantes dos produtores das hortas comunitárias do Grande Dirceu estiveram, nesta quinta-feira (20), em reunião na Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) Sudeste. Na ocasião, foram discutidos os detalhes sobre a urbanização da avenida Noé Mendes.

As obras devem começar no mês de março e, segundo o superintendente executivo da SDU Sudeste, Isaac Meneses, a primeira etapa já está em execução. “Neste momento já demos início à fase inicial do projeto, que compreende o levantamento planialtimétrico de toda área pela empresa vencedora da licitação”, explica.

O projeto visa a valorização dos 4,5km de hortas comunitárias e de todo o seu entorno, com intervenções na mobilidade e na paisagem. Será criado um parque linear ao longo de toda a avenida, praças e espaços de circulação de ciclistas e pedestres.

De acordo com o superintendente da SDU Sudeste, Evandro Hidd, será uma obra que trará muito benefício a todos os moradores da região Sudeste, especialmente os horticultores e clientes das hortas. “O maior impacto positivo será para os horticultores e nossa maior preocupação é o bem-estar de todos. Os lotes serão requalificados e ordenados”, diz.

Outro grande aspecto positivo da obra vai ser a extinção do acúmulo de lixo no entorno das hortas. “Limpamos diariamente aquele local, mas sempre temos problemas com o descarte de lixo irregular na área”, relata o superintendente.

Para Josefa Soares, representante da associação dos horticultores da região Sudeste, essa obra é de grande representatividade. “Essa obra é um presente para nós da região Sudeste. Tenho certeza que nosso espaço vai ficar melhor, mais frequentado e bem bonito”, enfatiza.

CLIQUE AQUI PARA CURTIR A FRON PAGE DA MANCHETENET


Fonte:Redação Manchete Net/Ascom/Sdu Sudeste