Dois suspeitos foram levados à delegacia; funcionário da companhia não sofreu ferimentos

Um segurança da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) caiu sobre os trilhos da estação Jardim Helena, da linha 12-safira, na zona leste da capital paulista, após um vendedor ambulante chutar o peito da vítima, de 47 anos. Apesar do susto, o homem passa bem.

Segundo imagens de uma câmera de monitoramento, cinco vendedores ambulantes discutem com três guardas rodoviários, enquanto um trem sai da estação. Quando o veículo deixa a plataforma, um dos ambulantes desfere um chute contra o peito do agente, que cai sobre os trilhos.

Dois acusados, de 17 e 23 anos, foram detidos e levados ao 8º DP (Brás) onde assinaram um termo circunstanciado de injúria, ameaça e lesão corporal. Não há informações sobre os outros três ambulantes.

Em 9 de agosto, um vigilante da CPTM de 51 anos morreu após ser agredido por vendedores ambulantes, quatro dias antes na estação Botujuru, extensão da linha 7-rubi em Campo Limpo Paulista (Grande SP).

Outro caso

A CPTM disse na ocasião que um grupo de ambulantes tentou entrar na estação sem pagar tarifa. Ao serem surpreendidos por Salatiel Gomes da Silva e outro vigilante, de 42 anos, os acusados agrediram os seguranças com paus e pedras e em seguida fugiram. Até o momento, eles não foram identificados pela polícia.

Silva foi encaminhado em estado grave ao hospital São Vicente, em Jundiaí (58 km de SP), onde não resistiu. O outro segurança teve ferimentos leves, foi medicado e liberado na ocasião.

Resposta

A CPTM afirmou que o segurança foi derrubado nos trilhos após os ambulantes, que estavam aglomerados na plataforma de embarque serem abordados. “Durante a atuação, os ambulantes ficaram exaltados e passaram a ameaçar e xingar os vigilantes”, diz trecho de nota.

A companhia acrescentou o comércio ambulante é proibido nas estações e trens da CPTM. “Isto está definido no decreto que criou o sistema ferroviário”, explicou.

Fonte: Folha de S. Paulo