M. Shogun (esq.) derrotou R. Minotouro (dir.) na decisão dividida dos juízes. Foto: Reprodução/Facebook @ufc

Novo espetáculo. No terceiro encontro entre Rogério Minotouro e Maurício Shogun, o curitibano voltou a levar a melhor.

Em embate realizado neste sábado (25), pelo UFC Ilha da Luta 3, em Abu Dhabi, os brasileiros voltaram a dar show e promoveram um espetáculo equilibrado no confronto co-principal da noite.

Pouco mais de 15 anos após o primeiro encontro, os combatentes voltaram a surpreender com alto nível técnico e agressividade no duelo. Além da rivalidade histórica, o duelo entre os meio-pesados (até 93kg.) decretou o fim da carreira de Rogério, que se retira do esporte aos 44 anos. Ao fim da trilogia, Minotouro encerra os compromissos sem ter conseguido derrotar o compatriota.

O resultado do confronto marcou a segunda derrota consecutiva de Minotouro, que havia atuado pela última vez em maio de 2019. Shogun, por sua vez, volta a vencer depois de mais de um ano. Seu último resultado positivo havia sido em dezembro de 2018, quando bateu Tyson Pedro por nocaute.

A luta

Os atletas começaram o confronto se estudando no centro do octógono. Shogun tomou a iniciativa com dois chutes baixos. Passados dois minutos, Maurício partiu para cima de Minotouro e passou a pressionar o rival nas grades. Rogério conseguiu se afastar e desferiu uma sequência de socos que pararam na guarda do curitibano. Shogun conectou uma direita na cabeça do baiano e balançou o adversário. Os combatentes partiram para a trocação franca e a os meio-pesados buscavam o nocaute. Nos segundos finais, Maurício conseguiu uma queda, mas não havia mais tempo.

Na segunda etapa, Maurício voltou a dar o primeiro golpe com um chute na linha de cintura. O curitibano voltou a buscar a luta agarrada, mas Rogério conseguiu se desvencilhar. Minotouro voltou a mostrar vantagem na trocação e conectou uma boa sequência de socos no oponente. Maurício respondeu na mesma moeda, mas acabou se desequilibrando e indo ao chão. Por cima, Minotouro golpeava o rival, que tentava conter o ímpeto do baiano. Maurício conseguiu se levantar e o confronto voltou a ser disputado de pé. Um cruzado de esquerda de Shogun voltou a balançar Minotouro, mas o meio-médio absorveu bem o ataque. Maurício voltou a acertar um cruzado e o baiano seguia em desvantagem. O baiano mostrava muita valentia e tentava se recuperar atacando o oponente com uma combinação de socos, mas o cronômetro zerou.

O último assalto começou seguindo o roteiro dos anteriores, com Shogun apostando nos chutes baixos para desestabilizar o adversário. Maurício voltou a conectar um bom cruzado no rosto do baiano, que balançou, mas seguia caminhando para frente. Minotouro aplicou uma sequência de dois diretos e seguia vivo no embate. Shogun surpreendeu o baiano com um chute na linha de cintura, mas a luta seguia com possibilidade de nocaute para os dois lados. Rogério aplicou um forte soco de esquerda, que obrigou o curitibano a caminhar apara trás. No minuto final, Shogun atacou com um cruzado e conseguiu levar o confronto para o chão. Maurício, então, tentava administrar o confronto golpeando de cima para baixo, enquanto Rogério tentava escapar da posição ruim. O combate chegou ao fim com o curitibano dominando por cima.

Resultados do UFC Ilha da Luta 3

CARD PRINCIPAL

Peso médio: Robert Whittaker derrotou Darren Till na decisão unânime dos juízes  (48-47, 48-47, 48-47)

Peso meio-pesado: Maurício Shogun derrotou Rogério Minotouro na decisão dividida dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso pesado: Fabrício Werdum finalizou Alexander Gustafsson com uma chave de braço a 2m30s do R1

Peso palha: Carla Esparza derrotou Marina Rodriguez na decisão dividida dos juízes (29-28, 29-28, 30-27)

Peso meio-pesado: Paul Craig finalizou Gadzhimurad Antigulov com um triângulo a 2m06s do R1

Peso meio-médio: Alex Cowboy derrotou Peter Sobotta na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso meio-médio: Khamzat Chimaev derrotou Rhys McKee por nocaute técnico a 3m09s do R1

CARD PRELIMINAR

Peso leve: Francisco Massaranduba derrotou Jai Herbert por nocaute 1m30 do R3

Peso meio-médio: Jesse Ronson finalizou Nicolas Dalby com um mata-leão a 2m48s do R1

Peso pesado: Tom Aspinall derrotou Jake Collier por nocaute técnico a 45s do R1

Peso pena: Movsar Evloev derrotou Mike Grundy na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Peso pesado: Tanner Boser derrotou Raphael Bebezão por nocaute técnico a 2m36s do R2

Peso galo: Pannie Kianzad derrotou Bethe Pitbull na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28)

Peso meio-médio: Ramazan Emeev derrotou Niklas Stolze na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28)

Peso galo: Nathaniel Wood derrotou John Castañeda na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

*com as informações do Super Lutas