Com essas ações, haverá uma melhora na visualização para os condutores e mais segurança para todos, incluindo pedestres



A Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (Strans) está reforçando a sinalização horizontal e vertical em 26 cruzamentos de Teresina. É o Projeto Esquina Segura, que tem o objetivo de reduzir a quantidade de colisões nesses pontos, que estão recebendo placas e pintura no asfalto.

A sinalização já foi implantada nos cruzamentos da rua Anfrísio Lobão com as ruas Irapuã Rocha e Hugo Napoleão, Jockey, zona leste da cidade; e na Rua Almirante Tamandaré com a Rua Piauí, zona norte.

Com essas ações, haverá uma melhora na visualização para os condutores e mais segurança para todos, incluindo pedestres. A meta é que, com a implantação do projeto, haja uma redução na quantidade de pequenas colisões nos cruzamentos onde são verificados mais acidentes, se expandindo para outras vias da cidade.

Dados da Seção de Acidentes da Strans revelam que este ano, de julho a setembro, aconteceram 450 acidentes em Teresina, sendo 132 em julho, 156 em agosto e 162 em setembro. A média de colisões nos locais selecionados para a execução do projeto é de três por mês.

O diretor de Trânsito e Sistema Viário da Strans, José Falcão, explica sobre o Esquina Segura. “Queremos aumentar a visão dos condutores que estão fazendo a parada obrigatória nos cruzamentos e nas esquinas. Nas vias, colocamos placas com informação da obrigatoriedade de parar, fizemos nova pintura e colocamos tachões, assim como nas esquinas, para identificar que não é permitido estacionar em distância inferior a cinco metros. Quanto mais livres, melhor a visibilidade do motorista e menor os riscos de acidentes”, diz.

Falcão explica que a escolha dos cruzamentos para implantar o projeto foi baseada em índices. “Já temos a localização de onde acontecem mais colisões, faremos fiscalização e acompanhamento para termos um comparativo para verificar os resultados positivos das ações”, enfatiza. “Com isso, estamos tentando estimular uma mudança na cultura do condutor, que insiste em desrespeitar as normas de circulação viária”, enfatiza.

Esse tipo procedimento foi implantado com sucesso pela Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) em Fortaleza e apresentou melhorias, com redução de quase 60% dos acidentes. Diante disso, o projeto passou por alguns ajustes e está sendo feito em Teresina.

Veja os locais:

Rua Senador Candido Ferraz x rua Joca Pires

Av. Magalhães Filho x rua Benjamin Constant

Av. Rio Poti x rua Gov. Joca pires

Rua 13 de Maio x rua Valdivino Tito

Rua Des. Freitas x rua Arlindo Nogueira

Rua Orlando Carvalho x rua Azar Chaib

Av. Barão de Castelo Branco x rua Pedro II

Av. Zequinha Freire x rua Francisco Brito Souza

Rua Quintino Bocaiuva x rua Paissandu

Rua dep. Antonio Gayoso x rua Diadema

Av. Industrial Gil Martins x rua Oeiras

Av. Prof. Valter Alencar x rua Dr. Area Leão

Rui Barbosa x Des. Freitas

24 de Janeiro x Félix Pacheco

24 de Janeiro x São Pedro

Arlindo Nogueira x Lisandro Nogueira

Arlindo Nogueira x Benjamin Constant

Prof Madeira x Lindolfo Monteiro

Hugo Napoleão x Anfrísio Lobão

Q. 67 x Ant. Gomes Chaves (lateral Mercado Dirceu I)

Iolanda Raulino x Martinho de Sena Rosa

Joaquim Nelson x Noé Mendes

Manoel da Paz x Pedro Freitas

Barroso x Valdivino Tito

Alm. Tamandaré x Rua Piauí

Irapuã Rocha x Anfrísio Lobão


Fonte: Com informações da PMT/STRANS/180Graus