startup InLoco

Teresina registrou no domingo (02) um índice de isolamento social de 53%, segundo dados da startup InLoco, com isso a cidade ocupou, pelo segundo dia seguido, o primeiro lugar no ranking nacional, entre as capitais do país. No sábado (01), o percentual foi de 49,2%.

Os bons resultados se devem às medidas mais rígidas de isolamento social implantadas nos finais de semana, pela Prefeitura de Teresina. No sábado e domingo, até mesmo as atividades essenciais estão com seu funcionamento limitado. “O monitoramento tem mostrado que Teresina tem conseguido manter os índices dentro do esperado, mesmo com a reabertura das atividades econômicas. Os últimos números de casos mostram uma melhoria nos indicadores de Teresina, mas é importante não descuidar e continuar evitando aglomerações e se protegendo de acordo com as orientações das autoridades sanitárias” , disse Eduardo Aguiar, analista de sistemas da Prefeitura.

Leia também:

Caixa credita hoje saque emergencial do FGTS para nascidos em junho

Covid-19: Brasil tem 2,733 milhões de contaminados e 94,1 mil mortos

O levantamento também mostra os dados do isolamento social por regiões da cidade e, neste domingo, quem mais respeitou as determinações para ficar em casa foi a população da zona centro-norte, onde os índices ficaram em 54,62%. Em seguida, vem a zona sul, com 53,85%; a zona leste, com 53,42%, e a zona sudeste, com 51,08%.

Quando analisados por bairros, os dados mostram que quem mais respeitou as determinações para ficar em casa foram Por Enquanto (62,80%), Monte Verde (61,00%), Ininga (60,50%), Socopo (60,00%) e Mafuá (59,70%). Na outra ponta da tabela, com os menores percentuais de isolamento social, estão os bairros Cabral (39,50%), Parque Jacinta (41,70%), Angélica (42,90%), Alegre (45,50%) e Vila São Francisco (46,80%).

*Com as informações do SEMCOM