Ascom/HUT

Algumas pessoas com familiares internados no Hospital de Urgência de Teresina denunciam que estão sendo alvo de tentativas de golpes aplicados por estelionatários.

Diante disso, o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) alerta a população de que não cobra por nenhum serviço ou procedimento realizado na unidade pública de saúde.

Os acompanhantes de pacientes internados em enfermarias ou leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HUT relatam que os criminosos entram em contato com membros da família e fingem ser funcionários do hospital para pedir dinheiro em troca da realização de consultas, cirurgias ou exames médicos.

O diretor geral do HUT, Rodrigo Martins, reforça que todos os serviços oferecidos pelo hospital são gratuitos. “Atendemos exclusivamente pelo Sistema Único de Saúde, o SUS. Portanto, não cobramos por nenhum procedimento realizado na unidade e muito menos ligamos pedindo dinheiro. É desumano ver criminosos se aproveitarem das famílias que passam por um momento delicado como é ter um parente no leito de UTI, sobretudo durante uma pandemia”, lamenta.

O HUT orienta as vítimas que receberam ligações telefônicas ou mensagens de texto com pedido de dinheiro em troca de realização de qualquer procedimento acionem imediatamente a polícia por meio do número 190 e não façam pagamentos.

*Com as informações do HUT