Foto Reprodução Cidade Verde/Guilherme e Tiago ainda foram socorridos, mas não resistiram aos ferimentos

Em entrevista à TV Cidade Verde, uma testemunha do assassinato de dois jovens no último sábado (27/06) no Parque Itararé, Zona Sudeste de Teresina, relatou detalhes do ocorrido, após uma discussão por pipas.

Reprodução TV Cidade Verde

“Disseram que tinha torado [a pipa] e ninguém viu o corte, os rapazes foram lá, ficaram falando algumas coisas. Ai depois todo mundo voltou lá para a quadra e botou outro corte, veio dois de bicicleta e chegaram já com a arma”, disse a testemunha, que preferiu não se identificar.

Leia mas:

Suposta briga por pipa teria ocasionado a morte de dois jovens na zona Sudeste de Teresina

Após a primeira discussão, os autores do crime voltaram com uma arma e o primeiro baleado foi Guilherme. Tiago tentou impedir o assassinato, mas ao ver que o amigo foi atingido, correu, mas também foi alvejado.

Os dois foram socorridos, mas morreram no Hospital de Urgência de Teresina. Um dos suspeitos foi identificado como Evandro.

As vítimas tinham 27 anos e eram amigos de infância. Eles trabalhavam em uma empresa de internet.

Sobre o caso
Dois jovens a tiros na tarde deste sábado (27/06) no bairro Parque Itararé, na Zona Sudeste de Teresina. Informações dão conta que os disparos foram efetuados após uma briga por uma pipa.

Eles foram Guilherme dos Santos Oliveira e Tiago da Silva Monteiro e foram baleados após uma discussão por pipa perto de uma praça no bairro.

Após a discussão, o autor dos disparos voltou ao local onde as vítimas estavam e efetuou os tiros.

Os dois baleados foram encaminhados em um carro particular para o Hospital de Urgência de Teresina, um chegou a óbito após chegar no hospital e o outros morreu em seguida.

A Polícia Militar foi acionada e realizou diligências para identificar o autor do crime, mas ninguém foi preso até o momento.

*Com as informações do Portal 180 Graus