Eduardo Bolsonaro manchetenet.com

A frase acima foi dita pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) em entrevista concedida à revista Piauí e publicada na edição de março de 2020.

 

A declaração foi dada após o filho ‘zero três’ do presidente mostrar para a Piauí as fotografias que fez quando tentou a carreira de modelo.

Segundo a reportagem, “ele gosta da fama. Na verdade, Eduardo Nantes Bolsonaro, 35 anos, o deputado federal mais votado da história, adora a fama. Ele saboreia o prazer de mostrar as fotos do book.”

 

“Ele saboreia o prazer de mostrar as fotos do book. Orgulha-se do número de seguidores no Facebook (2,7 milhões), no Twitter (1,8 milhão), no Instagram (2,9 milhões). A repercussão nas redes sociais é, para ele, um termômetro fundamental do seu desempenho público”, diz trecho da reportagem.

 

 

Heloísa Wolf Bolsonaro, esposa de Eduardo, no entanto, não gosta nem de ver as fotos que remontam ao passado do marido. “Ai, meu Deus! Eu escondo esse álbum dele! Deus me livre!”, disse quando o deputado pegou o álbum de fotos.

 

A foto que ilustra a entrevista com Eduardo Bolsonaro na revista viralizou nas redes. A imagem captada pelo fotógrafo Diego Bresani vem acompanhada de uma “legenda”, estampada na lombada de um dos livros nos quais ele se apoiava: “idiota”.

 

A palavra era parte do título da publicação “O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota”, de Olavo de Carvalho. A pilha de livros faz parte da coleção de Eduardo e traz ainda um do torturador Carlos Alberto Brilhante Ustra e outros da linha ‘revisionismo histórico’.

CLIQUE AQUI PARA CURTIR A FRON PAGE DA MANCHETENET


Fonte:Redação Manchete Net/portal do zacarias