O desempregado João Luís Moreira, de 49 anos, foi amarrado e assassinado dentro de sua casa  no conjunto Redonda, na zona Sudeste de Teresina. A Polícia Militar (PM) informou que um casal de moradores de rua foi preso acusado pelo assassinato.

Reissan e Josilene

O casal . Reissan Goveia da Silva e Josilene Raquel da Silva, acusado de  amarrar e matar João Luís Moreira de Oliveira foi preso durante na tarde nas margens  da rodovia  BR-316, em Elesbão Veloso.

O casal foi indiciado por latrocínio, roubo seguido de morte.

De acordo com o delegado Jarbas Lima, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o crime aconteceu durante uma festa na casa de João  Luís Moreira de Oliveira, que  foi encontrado deitado de bruços em uma cama, com as mãos amarradas e um tecido cobrindo o rosto.

“A vítima estava na companhia de quatro pessoas, entre elas Reissan Goveia da Silva e Josilene Raquel da Silva. Inicialmente os suspeitos iriam apenas roubar, mas na hora acabaram matando a vítima”, falou Jarbas Lima.

Segundo ele, os quatro suspeitos deram golpes de garrafa na cabeça da vítima e o amarraram na cama de seu quarto. Em seguida, eles roubaram vários objetos de sua residência e a saída foi registrada pelas câmeras de segurança.

João Luís sofreu  um edema cerebral em virtude de uma hemorragia intracraniana, que o levou à morte.

Reissan e Josilene foram presos após denúncias de que eles estavam às margens da BR-316, vendendo milho. Equipes da Polícia Militar também ajudaram na prisão do casal.

Os suspeitos presos serão transferidos para Teresina.

Fonte: Meio Norte.