Foto: Arquivo Pessoal

Foragido há oito meses, um dos acusados de matar o major Mayron Moura Soares, comandante do 1º Batalhão, foi preso em flagrante em Timon na noite de ontem (3) após ser flagrado em um veículo roubado.

Wallison Jônatas estava foragido da Justiça quando fugiu da Colônia Penal Major César depois de ter sido transferido para o regime semiaberto por engano.

A prisão foi efetuada por equipes da Polícia Militar da Força Tática e da Rone. O acusado foi conduzido à Central de Flagrantes onde, segundo a Polícia Civil, apresentou um documento falso.

“Aqui em Timon ele se identificou como sendo Lucas Cassiano. Entraram um pessoal da Polícia Militar passando as fotos pra mim, eu de imediato alertei, o reconheci. Ele durante a autuação em flagrante sustentou a falsa identidade”, informou o delegado Ricardo Freitas.

Wallison Jônatas foi condenado pela Justiça pelo crime de latrocínio pela morte do major Mayron Moura. O PM foi morto na presença do filho no dia 21 de março de 2017, após ser atingido por um tiro durante assalto, na região do Grande Dirceu, zona Sudeste de Teresina.  Dois homens em uma moto praticaram o crime.


CLIQUE AQUI PARA CURTIR A FRON PAGE DA MANCHETENET


Fonte:Redação Manchete Net/Cidade verde