Foto reprodução

Uma forte enxurrada destruiu trecho da PI-392, na região da Serra da Laranjeira, próxima aos municípios de Currais e Bom Jesus, no Sul do Piauí. Uma tromba d’água arrastou veículos e uma picape foi engolida por uma cratera que se formou com a força da água.

Moradores da região relatam que um açude próximo sangrou depois que um intenso volume de chuva atingiu a região nessa terça-feira (24). Pluviômetros particulares de produtores da região registraram mais de 100 milímetros de chuva.

Uma caminhonete afundou em uma cratera e teve de ser retirada com a ajuda de um trator. Outro carro foi arrastado e ficou à beira de grotas com mais de 3 metros de profundidade.

Foto reprodução
Foto reprodução

O Cidadeverde.com entrou em contato com a Secretaria Estadual de Defesa Civil que ainda não havia sido notificada. Não há informações sobre vítimas fatais.

Produtores da região relatam que um motorista se machucou porque ficou imprensado entre o carro e uma árvore após ser arrastado pela água.

Veja a reprotagem:

Impacto para a produção de grãos

A PI-392 é uma das principais rodovias de escoamento da produção de grãos no Piauí. Segundo a Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja), o desastre na rodovia impacta a economia piauiense. A PI-392 detém 60% da produção de grãos do estado, contando com o município de Baixa Grande do Ribeiro que é o quinto em produção de grãos no eixo norte-nordeste e o maior PIB per capita do Piauí.

“Veremos, agora, após todo este caos de saúde pública, qual o único setor que não para e não pode parar, ou seja, que é essencial para sociedade. Ao passo, em que é o setor mais renegado e esquecido. Verifica-se isto, pela forma que estão estas nossas estradas.  Esta é a principal rodovia de escoamento de soja do Piauí e seguramente uma das mais importantes do país pelo volume que se afunila por ela”, disse o presidente da Aprosoja, Azir Pimentel.

Nota à imprensa referente a condição atual das estradas, em especial, a PI392 que teve um trecho completamente interrompido

Não é uma situação nova, mas piora a cada ano. Nós produtores lamentamos mais uma vez este descaso com o setor produtivo do Piauí que é o grande responsável pela produção da riqueza do Piauí. É inadmissível que uma produção que ano após ano bate recordes tenha que ser escoada em condições tão adversas. Além disso a própria população dos municípios sofre com a falta de um acesso digno que praticamente inviabiliza o seu direito de ir e vir.

Vemos aí a falência total do estado em dar resposta ao setor que é base de toda economia e sociedade. A Agricultura é o único setor que não pode parar, é do campo que sai a maior riqueza do Brasil e no Piauí não é diferente e ainda assim é o o setor mais renegado e esquecido.

A PI-392 detém 60% da produção de grãos do estado, contando com o município de Baixa Grande do Ribeiro que é o quinto em produção de grãos no eixo norte-nordeste e o maior PIB per capita do estado.
As imagens que seguem mostram as condições da principal rodovia de escoamento de soja do Piauí e seguramente uma das mais importantes do país pelo volume que se afunila por ela.

Fonte:Redação Manchete Net/ Cidade Verde/Com as informações da Cidade na Net