Urgente:MPPI divulga balanço de apreensões realizadas durante a Operação Canteiro de Obras

A investigação apura fraude na contratação de empresa pelo ex-prefeito de Manoel Emídio para realização de reformas em várias escolas do município, com o pagamento da obra com dinheiro público sem a correspondente execução do serviço.

O Ministério Público do Estado do Piauí (MPPI) divulgou nesta quarta-feira (20), o balanço dos materiais apreendidos durante a operação Canteiro de Obras, deflagrada por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO).

A investigação apura fraude na contratação de empresa pelo ex-prefeito de Manoel Emídio para realização de reformas em várias escolas do município, com o pagamento da obra com dinheiro público sem a correspondente execução do serviço. Também foi apurada a ocorrência de delitos como desvio de recursos públicos, lavagem de dinheiro, associação criminosa e crimes contra a Administração Pública.

No último dia 12, foram cumpridos dez mandados de busca e apreensão nas cidades de Manoel Emídio, Floriano e Barão do Grajaú (MA). Os alvos, além do ex-prefeito José Medeiros da Silva, foram servidores públicos do município de Manoel Emídio e empresas investigadas por participação no esquema criminoso.

Segundo o GAECO/MPPI, foram desviados R$ 550.000,00. Os investigadores apreenderam 21 celulares e documentos como: cheques assinados, envelope de depósito, recibos de posto de combustível, comprovante de Transferência Eletrônica Disponível (TED), folhas de papel com anotações diversas, notificação judicial, canhotos de cheques do BB, talão com notas, agenda, entre outros. Notebook, tablets e pen drives também foram apreendidos.

Participam da operação a Polícia Civil, a Polícia Militar e o GAECO (MA).



CLIQUE AQUI PARA CURTIR A FRON PAGE DA MANCHETENET




Fonte:Redação Manchete Net/Coordenadoria de Comunicação Social Ministério Público do Estado do Piauí MP-PI