Desde o início da pandemia provocada pelo coronavírus, uma corrida mundial em busca de máscaras de proteção fez com que elas sumissem das prateleiras.

Para proteger você e sua família, o Ministério da Saúde orienta o uso de modelos simples, de pano, que também funcionam como barreiras na propagação da doença

Segundo o Ministério da Saúde, além de eficiente, é um equipamento simples, que não exige grande complexidade na sua produção e pode ser um grande aliado no combate à propagação do coronavírus no Brasil, protegendo você e outras pessoas ao seu redor.

A reportagem preparou um lista de pessoas que produzem estas máscaras em Teresina, confira:


Elas produz máscaras para adultos e crianças em estampas variadas, onde é possível fazer a escolha ao encomendar.

 


As máscaras que ela produz são duplas, podem ser usadas dos dois lados, laváveis, bastante resistentes ao uso e de algodão.


As máscaras são produzidas com TNT duplo e com elástico. Dependendo do local, ela faz entregas e é possível o pagamento por transferência. O pacote com 10 máscaras custa R$ 25 e se a pessoa comprar acima de 50 máscaras, cada uma sai por R$ 2. Para empresas, o valor é R$ 1,50. Miss Lenne também participa de um trabalho voluntário no Senac que produz máscaras para doar aos hospitais.


Máscaras de tecido de algodão dupla, lavável e reutilizável. Entregas grátis para Teresina a partir de 4 unidades e Timon a partir de 6 unidades. Ela também produz roupas hospitalares e passa cartão Visa e Master.


São oferecidas máscaras com várias opções de estampa e há vários modelos e tecidos.

 

 


As máscaras de tecido duplo também tem opção de várias estampas e são laváveis.

Dicas
Para ser eficiente como uma barreira física, a máscara caseira precisa seguir algumas especificações, que são simples. É preciso que a máscara tenha pelo menos duas camadas, ou seja dupla face. E mais uma informação importante: ela é individual. Não pode ser dividida com ninguém. As máscaras caseiras podem ser feitas em tecido de algodão, tricoline, TNT ou outros tecidos, desde que desenhadas e higienizadas corretamente. O importante é que a máscara seja feita nas medidas corretas cobrindo totalmente a boca e nariz e que estejam bem ajustadas ao rosto, sem deixar espaços nas laterais.

 

Fonte/180graus