Pastor Valdemiro Santiago detona fundo partidário e elogia Jair Bolsonaro (Imagem: Reprodução / YouTube)

Bolsonarista assumido, o líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, Valdemiro Santiago, usou seu espaço pago na Rede Brasil de Televisão para criticar a aprovação do fundo partidário de R$ 5,7 bilhões.

Em sua mensagem, destinada ao Congresso Nacional que votou pela ampliação, ele questionou:

Por que não pega esses R$ 6 bilhões e compra remédio para a população?“.

Dizendo-se “revoltado” com a ampliação do novo orçamento, que antes era de R$ 2 bi, ele continuou: “É vergonhosa. Peço desculpas, mas como uma pessoa que orienta, tenho de falar“. A informação é colunista Ricardo Feltrin, do UOL.

O aumento foi aprovado pela Comissão Mista de Orçamento, que validou o texto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), responsável por definir as metas e prioridades para o ano subsequente. A verba, cabe lembrar, é dividida entre os partidos políticos de acordo com o alcance de sua representatividade.

Além da crítica, o religioso elogiou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). “As pessoas criticam ele, ficam acusando sem provas… Um sujeito que completou sete mandatos no meio de raposas (e nunca foi acusado de nada), é preciso tirar o chapéu“, bajulou.

Resta saber se o chefe do executivo vai concordar ou discordar do pastor, já que cabe a ele vetar ou sancionar a aprovação. Em entrevista coletiva na saída do Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, onde ficou internado para tratar uma obstrução intestinal, o político deu indícios de qual será sua decisão.

“Eu sigo a minha consciência, sigo a economia e a gente vai buscar um bom sinal para isso tudo aí. Afinal de contas, eu já antecipo, R$ 6 bi pra fundo eleitoral, para financiamento de campanhas, pelo amor de Deus“, falou.

Ainda segundo ele, o vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos (PL-AM), atropelou a votação da LDO. “Então, num projeto enorme, alguém botou lá dentro essa casca de banana, essa jabuticaba. O Parlamento descobriu, foi tentando destacar para que a votação fosse nominal. Essa questão, o presidente Marcelo Ramos, do Amazonas… Pelo amor de Deus o estado do amazonas ter um parlamentar como esse, pelo amor de Deus“, disse em tom crítico.

“Com as informações do RD1