Oito vítimas fatais foram identificadas, já os outros nomes não estão sendo divulgados inicialmente em respeito às famílias. Ao todo, 10 pessoas morreram e outras três ficaram feridas, uma delas em estado grave

Rio – O incêndio no Centro de Treinamento (CT) do Flamengo Ninho do Urubu, em Vargem Grande, deixou 10 mortos e três feridos, dois grave e um em estado gravíssimo. Oito vítimas fatais foram identificadas, já os outros nomes não estão sendo divulgados inicialmente em respeito às famílias. Seguem abaixo os confirmados:

Mortos (10)

– Arthus Vinicius, 14 anos, completaria 15 neste sábado; a família é de Volta Redonda e foi comunicada da morte. Eles vieram para o Rio de Janeiro; O jovem passava os dias da semana no CT, voltando para casa nos fins de semana. Em julho passado, Arthur comemorava sua primeira convocação para a seleção brasileira sub-15.

Arthur Vinícius, jogador da base do Flamengo – Reprodução Facebook

– Athila Paixão, 14 anos, natural de Lagarto, Sergipe. Assembleia Legistativa do estado que ele nasceu lamentou morte através de nota;

Athila Paixão era de Lagarto, Sergipe – Reprodução Facebook

– Bernardo Pisetta, goleiro, de Santa Catarina. Um conhecido da  família chegou a procurar por notícias do jovem mais cedo. Pisetta fez a maior parte da sua formação no Atlético Paranaense e chegou ao Flamengo em julho do ano passado, realizando um sonho de infância;

Natural de Santa Catarina, o goleiro Bernardo Pisetta passou pelo Atlético Paranaense e chegou ao Flamengo em julho do ano passado, realizando um sonho de infância – Reprodução Facebook

– Christian Esmério, 15 anos goleiro da base. Vinha sendo frequentemente convocado para a seleção brasileira, conquistas que eram compartilhadas em suas redes sociais, como a última chamada para vestir a camisa do Brasil, no mês passado. Morava em Madureira, mas costumava dormir no CT para ficar perto da escola.  

– Gedson Santos, 14 anos. Natural de Itararé, São Paulo, o meio-campista tinha ido para o Rio há uma semana e era recém-contradao do Athletico Paranaense. 

Gedson Santos, 14 anos – Reprodução

– Jorge Eduardo Santos, 15 anos, de Além Paraíba, interior do estado de Minas Gerais. 

Jorge Eduardo – Reprodução

– Pablo Henrique da Silva Matos, 14 anos, de Minas Gerais, morava no CT e também jogava na base. É primo do zagueiro Werley, que joga atualmente no Vasco da Gama.

Pablo Henrique era primo do zagueiro Werley, jogador profissional do Vasco. O jovem morava no CT Ninho do Urubu – Reprodução Instagram

-Rykelmo de Souza Vianna, conhecido como Bolívia, 16 anos. Natural de Limeira, São Paulo, ele completaria 17 anos no próximo dia 26 e jogava como volante. 

Rykelmo, vítima do incêndio no Ninho do Urubu – Reprodução / Facebook

– Samuel Thomas, 15 anos, lateral-direito; Era de Vilar dos Teles, São João de Meriti (RJ), na Baixada. 

Samuel Thomas – Reprodução

– Vitor Isaías, 15 anos, atacante, natural de Santa Catarina. Chegou ao Flamengo em agosto do ano passado. Ele se destacou no Figueirense e no Atlético Paranaense antes de chegar ao Rubro-Negro.

Vítor Isaías tinha 15 anos e era atacante. Ele se destacou no Figueirense e no Atlético Paranaense antes de chegar ao Rubro-Negro – Reprodução Facebook

Feridos (3)

– Jonathan Cruz Ventura, 15 anos, é natural de Vila Velha, zagueiro: estado gravíssimo, teve de 30 a 35% do corpo queimado. Passa por uma cirurgia no Hospital Lourenço Jorge, e depois será transferido para o Hospital Pedro II, referência no tratamento de queimados.

Jhonatan Ventura teve 40% do corpo queimado no incêndio no Ninho do Urubu – Reprodução redes sociais

– Cauã Emanuel Gomes Nunes, de 14 anos, é natural do Ceará e conhecido como Fortaleza: está estável, inspira cuidados. Será transferido para o Hospital Vitória, também na Barra. Entrou na base do Flamengo ano passado, segundo um parente. Ele relata que o jovem inalou muita fumaça.  

– Francisco Diogo Bento Alves, de 15, goleiro da base: está estável, inspira cuidados. 

Fonte: Odia.