As fortes cenas do momento em que a doméstica Alzinete de Carvalho Mendonça foi morta a facadas foram registraram por câmeras de segurança.

Ela estava a caminho do trabalho quando foi abordada pelo ex-marido na cidade de Uruçuí. Eles estavam separados há 15 dias. O crime aconteceu no dia 19 de fevereiro de 2021, por volta das 7 horas.  A Polícia Civil do Piauí indicou o ex-marido Edgarden Erkine Pereira dos Santos por homicídio triplamente qualificado (femicídio, motivo fútil e emboscada). A vítima chegou a entrar em luta corporal. 

Em entrevista à TV de Teresina, o delegado de Uruçuí, Célio Benício, relata que o indiciado agiu de maneira fria e cruel. A arma usada no crime está anexa ao inquérito policial. 

“Nessa semana, a Polícia Civil de Uruçuí concluiu o inquérito policial. A situação abalou muito a cidade pela crueldade que se deram os fatos. Agora, a investigação encontra-se à disposição do Poder Judiciário. O Ministério Público, se já não tiver feito, nos próximos dias, acredito, que o denunciará formalmente. Entendemos, ainda, a presença da qualificadora da emboscada, a vítima foi pega a traição quando chegava em seu trabalho e morta de forma fria e cruel por seu ex-companheiro”. 

Fonte:cidadeverde